Adolescente que matou a amazonense Alice Albuquerque na Holanda teve a prisão prorrogada

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

*Da Redação Dia a Dia On-line

A adolescente de origem marroquina suspeita de assassinar com facadas a amazonense Alice Albuquerque de 15 anos vai permanecer presa após decisão da justiça Holandesa. O anúncio foi feito pela mãe da vítima, Érica Albuquerque, que postou um vídeo nas redes sociais emocionada, dando a notícia.

“To muito emocionada e muito feliz, porque a gente conseguiu a primeira batalha, ela vai permanecer presa sim. Eu não tenho palavras, essa é só a primeira batalha de muitas, eu sei disso. Mas pra mim  é muito gratificante em saber que essa assassina vai ficar na prisão, que ela não vai sair, que ela vai ficar lá, que ela vai pagar, nem que seja dois ou seis anos, mas la vai ficar lá”, disse emocionada.

Érica também agradeceu as várias mensagens de apoio que tem recebido pelas redes sociais de amigos da Alice, de pessoas que se comoveram com a história e que assim como ela aguardam a justiça.

“A gente venceu, essa vitória não é só minha, mas de todos vocês que continuam comigo, me dando forças. Ela vai pagar pelo que ela fez, por ter tirado o amor da minha vida, por ter tirado a razão da minha vida”, finalizou.

Confira o vídeo

blank

O crime

Alice Albuquerque, de 15 anos, foi assassinada em Roterdam na Holanda no dia 12 de agosto. A suspeita, que está presa, é uma adolescente de 16 anos, de origem marroquina, que teria recebido ajuda da família para cometer o crime. Segundo informações do site Rijnmond, a suspeita era amiga de Alice, mas as duas estavam brigadas. No dia 12, a amazonense foi atraída até a casa da então amiga, onde foi esfaqueada. A mãe e a irmã da marroquina teriam participado do crime.

Alice Albuquerque
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print