BBB: algum crime foi cometido na casa?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

Caro(a) leitor(a), os telespectadores brasileiros estão assistindo ao maior reality show do país e vivenciado cenas nunca vistas na televisão, pessoas sendo menosprezadas na casa, xingadas, entre outras situações. Indago: algum crime foi cometido até o presente momento?

Voltando a alguns artigos publicados por mim no Dia a Dia On-line, conversamos sobre os crimes contra a honra, diferenciando cada um dos dispostos no Código Penal Brasileiro, quais sejam: calúnia, difamação e injúria. Neste artigo, ficarei restrito a esse assunto.

Uma participante da casa vem intrigando todos nós ao proferir palavras de baixo calão em desfavor de outro participante, sendo bastante agressiva, como por exemplo chegou a proferir: “merda, ridículo, bosta, bebê”.

Independente do motivo que gerou a confusão na casa, de quem partiu a iniciativa da briga, da isenção dos demais participantes da casa ao presenciarem as referidas atitudes, o fato é que os adjetivos supra são passíveis de serem caracterizados como crime de injúria.

Creio que todos nós ficamos espantados com tamanha agressividade e arrogância da participante em questão, com um tom autorirário e humilhante ao proferir os xingamentos, podendo ser constatado um claro excesso em sua fala.

Recordo aos(as) senhores(as) a redação do artigo 140 do Código Penal ao tratar sobre o crime em voga: “injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro: pena – detenção, de um a seis meses, ou multa”.

Bom, o termo injuriar significa ofender a honra e a dignidade de determinada pessoa, seja por meio de um xingamento ou da atribuição de uma qualidade negativa à vítima.

Trazendo o caso concreto à redação do artigo, podemos claramente veriifcar que os insultos perpetrados atingiram a honra da vítima, seu íntimo, inclusive ferindo sua imagem, de maneira dolosa, estando presente o animus injuriandi, que nada mais é a intenção/vontade de injuriar alguém.

Ademais, devo esclarecer que no artigo 141 do Código Penal estamos diante de causas que podem majorar a pena, elencado certas circunstâncias que quando configuradas a pena pode ser aumentada de 1/3 ou até o dobro (esta somente quando o delito é praticado mediante paga ou promessa de recompensa).

O inciso III do dispositivo legal citado anteriormente rege que se a injúria for praticada “na presença de várias pessoas, ou por meio que facilite a divulgação” deverá ser aumentada a pena estipulada no artigo 140 do mesmo códex.

Veja que interessante a discussão. 1) o fato narrado neste artigo foi presenciado por vários pessoas confinadas, certo? Ou seja, já estamos diante da configuração da majorante da pena; 2) mas o fato não foi praticado em rede nacional? Sim, logo, podemos chegar à conclusão que mesmo que ninguém da casa presenciasse o fato, poderíamos levantar a hipótese de aumento de pena por ser proferida em meio que facilite a divulgação (TV).

Como a vítima deve proceder nesse caso? O crime de injúria é de ação penal privada, devendo a mesma ingressar com queixa-crime perante o Poder Judiciário, conforme redação do artigo 145 do Código Penal.

Devo atentar a vocês que, caso aconteça algo parecido, sendo vítima de crime de injúria, o prazo decadencial para oferecimento da queixa-crime é de 06 (seis)) meses contado do conhecimento da autoria do delito, tal disposição está no artigo 38 do Código de Processo Penal.

Leitor(a), espero que possa ter lhe ajudado a entender um pouco o que o Brasil vivenciou no BBB na primeira semana de programa. Qualquer dúvida, estou à disposição. Até o próximo artigo.

Por Sérgio Sahdo Meireles Junior

Advogado, graduado em Direito pela Faculdade Martha Falcão; Wyden e pós-graduado em Ciências Criminais pelo Complexo de Ensino Renato Saraiva (CERS) – Estácio.

Instagram: @smeirelesjr / @adv.sergiomeirelesjr

Email: sergiomeirelesjr@gmail.com

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print