Cartas para Eva: Angélica estreia programa sobre feminismo no Globoplay

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

Angélica, que comandou o Simples Assim, na Globo, em 2020, estreia nesta quarta-feira (6/1) novo projeto exclusivo para o Globoplay. Cartas para Eva fala sobre a realidade de mulheres brasileiras para a filha da apresentadora, Eva, por meio de cartas.

“Quando a Eva foi crescendo, ela foi me ensinando muita coisa. Eu comecei a pensar no futuro dela e daí começou a surgir a ideia de deixar uma carta para ela ler quando fosse maior e, a partir dessa ideia inicial, surgiu a série. No programa, cada carta tem um tema com exemplos de mulheres que romperam barreiras e que conseguiram alcançar o sucesso pessoal. Cada uma na sua história e com o que elas têm para dizer para essas futuras gerações”, explica Angélica.

Por meio das cartas, Angélica aborda temas como mercado de trabalho, sexualidade, violência, sustentabilidade e preconceito. Cada episódio conta com a participação de duas personalidades expoentes em suas áreas de atuação. Elas dividem suas experiências de vida e dizem o que esperam do mundo no futuro para as meninas de hoje, que serão as mulheres de amanhã. Para cada assunto, o ‘Cartas para Eva’ traz também o depoimento de uma personagem especialista nele, segundo o Metrópoles.

No episódio Violência conta a Mulher, Angélica conta com a ajuda de mulheres que enfrentaram agressões físicas e psicológicas e usaram a sua dor para denunciar abusos, brutalidade e falta de oportunidade. A apresentadora recebe a apresentadora Xuxa Meneghel e a jornalista Míriam Leitão para a conversa.

Para falar sobre Sustentabilidade, as convidadas são a jornalista Sonia Bridi e a ativista ambiental e líder política Marina Silva. Elas falam sobre coleta, reciclagem, reutilização de materiais, consumo ético e consciente, preservação das florestas, mares e rios, ativismo ecológico e o despertar dos jovens para uma vida ecologicamente correta.

Globo anuncia'Simples Assim', novo programa de Angélica, com estreia em outubro | SUPER NOTICIA
Imagem: Reprodução da Internet

A atriz Claudia Raia e a autora, filósofa e mestra tântrica Carol Teixeira enriquecem a conversa sobre Sexualidade. Neste episódio, Angélica e as convidadas abordam a relação da mulher com seu corpo, passando por discussões importantes sobre sexualidade, liberdade, prazer, amor próprio, preconceito e envelhecimento.

Quando o tema é Trabalho, Angélica trata do desafio de conciliar de forma equilibrada a profissão com a vida familiar. Para este tema, ela tem a colaboração de mulheres que enfrentaram as dificuldades, a competitividade, o machismo e chegaram ao topo de suas carreiras, derrubando o mito do “sexo frágil”. Rachel Maia, uma das empresárias mais influentes do Brasil e presidente do Conselho Consultivo da UNICEF Brasil, e Renata Vasconcellos, jornalista e âncora do Jornal Nacional, participam do episódio.

No tema Preconceito, o programa discute os diversos tipos de preconceito que existem e afetam as relações dentro da sociedade, sempre tomando como ponto de vista a experiência da mulher. A conversa aborda racismo, homofobia, capacitismo e outras mazelas sociais, apontando caminhos para que a sociedade se desenvolva de maneira positiva em relação a esses assuntos. A atriz Camila Pitanga e a publicitária, empresária e mestra em relações étnico-raciais Luana Génot integram o papo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print