Governadores decidem doar 5% dos próximos lotes de vacina para o Amazonas e Wilson Lima agradece 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print
Foto: Bruno Zanardo e Divulgação/Secom

Em reunião virtual do Fórum Nacional de Governadores do Brasil, na noite desta quinta-feira (21/01), os chefes dos executivos estaduais decidiram que 5% das doses dos próximos lotes de vacinas contra Covid-19 serão destinados ao Amazonas. A proposta valerá para as doses da vacina da AstraZeneca e para o próximo envio da Coronavac feito pelo Ministério da Saúde. O órgão federal ainda não anunciou quando as novas remessas de imunizante serão repassadas aos Estados.

A proposta foi apoiada pelos governadores, sem objeção. A expectativa é que o Governo Federal adquira 6 milhões de doses da vacina da AstraZeneca, que estão sendo importadas da Índia. É a partir delas que os governadores pretendem efetuar o repasse de doses ao Amazonas. O governador Wilson Lima disse que a maior celeridade da imunização no Estado será importante para o controle  da pandemia de Covid-19, que já tirou a vida de 6.757 amazonenses.

“Medidas como essa são muito importantes para o momento que o Amazonas vive agora. Estamos em guerra contra o vírus, e trabalhando dia e noite para normalizar o abastecimento de oxigênio em nossas unidades, assim como ampliar o número de leitos. Mas precisamos imunizar as pessoas com mais rapidez para que haja um controle mais célere da pandemia”, disse.

Autor da proposta, o governador Wellington Dias, do Piauí, afirmou que a divisão das vacinas é uma questão humanitária. A ideia é que assim que tiverem as vacinas, em cima do total que será destinado pelo Ministério da Saúde a cada Estado, sejam separadas 5% para o AM.

“Amigos, o que vou defender aqui é uma questão humanitária. Participei agora de GT sobre Manaus e a situação é muito séria, e já se espalha na região. A transmissibilidade é alta”, salientou Dias, que é presidente do Consórcio Nordeste e coordenador da Temática de Vacina no Fórum dos Governadores.

“Foi apresentada por equipe técnica a destinação de uma cota de vacina da nova remessa para lá (Amazonas). (…) Tira 5% do total e faz a partilha do restante”, explicou o governador piauiense.

Imunização

Com as vacinas encaminhadas pelo Ministério da Saúde, neste primeiro lote, o Amazonas vai imunizar 130.463 pessoas, a maioria população indigena. Serão atendidos 100.642 indígenas aldeados. A fase também contempla 60 pessoas com deficiência que moram em abrigos e 400 idosos que vivem asilos.

Além disso, as vacinas distribuídas pelo Ministério da Saúde vão conseguir atender, neste momento, 34% dos profissionais de saúde, o equivalente a 29.361 trabalhadores. Cada pessoa recebe duas doses da vacina.

O governador de São Paulo, João Dória, anunciou a doação de 50 mil doses de Coronavac ao Amazonas. Mas o lote ainda não foi enviado ao governo estadual.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print