Hemoam convoca doadores com urgência após queda de 60% no estoque de sangue

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Estado do Amazonas (Hemoam) convoca com urgência doadores de sangue de todos os tipos sanguíneos. Nesta segunda-feira (22/02), o hemocentro registrou queda de 60% no número de bolsas disponíveis para transfusão. A instituição é responsável pelo abastecimento de sangue de 39 unidades de saúde pública e privada da capital, além de 43 cidades do interior do Amazonas.

As doações serão feitas normalmente na terça (23/02) e na quarta-feira (24/02) mesmo com o ponto facultativo decretado pelo governo estadual.

“Convocamos todos que estejam com boa saúde para esse ato de solidariedade. As demandas por transfusão de sangue são diárias, mas o comparecimento de doadores só tem diminuído nas últimas duas semanas”, disse o diretor clínico do Hemoam, Nelson Fraiji.

Apesar do estoque apresentar baixa em todos os tipos sanguíneos, a situação é mais preocupante em relação ao O+, A+ e O-. “Esses três tipos não podem faltar de maneira nenhuma, o primeiro e o segundo porque representam a maior parte do consumo diário, e o terceiro porque é considerado um sangue universal, na falta de qualquer outro ele pode ser utilizado como substituto”.

O Hemoam funciona de segunda a sábado de 7h às 17h, na avenida Constantino Nery, 4.397, bairro Chapada. O posto de coleta da Maternidade Ana Braga está temporariamente fechado, em virtude da pandemia.

Quem pode doar?

Para ser doador, é necessário ser uma pessoa com boa saúde, com idade entre 18 a 69 anos e peso a partir de 50 quilos; não ter tido hepatite depois dos 10 anos de idade; não ter comportamento sexual de risco; não ser usuário de drogas; não ter tido malária, doenças sexualmente transmissíveis ou recebido transfusão sanguínea nos últimos 12 meses; não ter tido febre nos últimos 30 dias.

No momento da doação, o candidato deve estar bem alimentado e munido de documento de identidade. Jovens de 16 e 17 anos podem doar com autorização formal do responsável ou representante legal.

Quem teve Covid-19 pode doar após 30 dias do desaparecimento total dos sintomas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print