Importância da radiografia no tratamento odontológico

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

A utilização de raios X para diagnóstico em odontologia possui grande importância na prática clínica. De acordo com a ADA (Associação dental americana), as radiografias dentárias são ferramentas úteis e necessárias para o diagnóstico e tratamento de patologias orais, como a cárie, doença periodontal e outras.

A radiologia odontológica continua sendo a principal fonte de exames complementares para estabelecer diagnóstico e o melhor plano de tratamento, além do exame clínico e anamnese, os exames complementares, como radiografias são de suma importância.

Três fontes de informação são frequentemente utilizadas pelo cirurgião-dentista para se chegar a um correto diagnóstico: exames clínicos, radiográficos e laboratoriais.
O objetivo dos exames complementares, especialmente do exame radiográfico, são:
1- identificar a presença ou ausência de doença ou agravo;
2- fornecer informações da natureza e extensão da doença;
3-possibilitar a formação de diagnósticos diferenciais.

Na odontologia, os dois tipos de radiografias mais utilizadas são as periapicais (intrabucais) e as panorâmicas (extrabucais).

O objetivo principal do exame radiografico intrabucal (periapical), independente da técnica (bissetriz ou paralelismo) usada, é proporcionar uma visão de conjunto das estruturas do órgão dentário, ou seja, presença de pequenas alterações, como cárie e lesões periapicais.


A radiografia panorâmica é um exame de imagem extra bucal, bastante útil e necessário no diagnóstico e tratamento de patologias orais,planejamento protetico, acompanhamento ortodôntico e entre outros. ⁣⁣
Seu uso tem se difundido cada vez mais, pelas vantagens que oferecem, é o exame dos arcos dentários em uma única tomada radiográfica,apresentam praticidade, economia e efeitos biológicos reduzidos, quando associadas a um correto exame clínico são de grande valor a saúde do paciente. ⁣

As radiografias são imagens ou projeções bidimensionais, não projetam profundidade. São projeções de sombras em áreas que variam de tonalidade entre preto e branco.
No Brasil, é obrigatório o uso de aventais plumbiferos de modo a proteger a tireoide, o tronco e as gonadas dos paciente durante o exame, assim como as paredes do local devem ser revestidas de chumbo para total proteção do paciente.
É importante registrar que para o eficaz atendimento e funcionamento dos aparelhos radiograficos, é necessária manutenção periódica/preventiva dos aparelhos.

Referências 📝📚

1- Moura, L. B.; Blasco, M. A. P. – Exames radiográficas solicitados no atendimento inicial de pacientes em uma faculdade de odontologia brasileira. ⁣
Rev. Odont. UNESP. 2014 July-Aug.: 43(4):252-257⁣
2- Santos, K. C.; Hesse, D. – Avalicao de radiografias panorâmicas objetivando o cotejamento entre os motivos da solicitação e eventuais achados radiográficas.⁣
Rev. Inst. Cien. Saúde 2007;25(4):419-22.⁣
⁣3- Filho, N. S. – Radiologia Odontológica, princípios de interpretação. São Luís, 2014.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print