OAB Amazonas oferece programa de auxílio exclusivo para a advocacia afetada por Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

A seccional do Amazonas da Ordem dos Advogados do Brasil está disponibilizando um canal de ajuda aos advogados e advogadas que estão enfrentando dificuldades em virtude do agravamento da pandemia da Covid-19. Os profissionais devem enviar as solicitações para o e-mail sosadvocacia@oabam.org.br ou enviar WhatsApp para o número 98160-5385.

A presidente da OAB-AM, Grace Benayon, explica que o serviço foi criado para garantir o maior suporte possível aos advogados e advogadas de Manaus e também do interior do Estado. Os pedidos de auxílio-fúnebre e de medicamentos estão entre os mais requisitados pela advocacia.

“A todo instante estamos recebendo pedidos dos advogados. Temos uma grande rede de convênios e de parceiros que estão nos ajudando, mas precisamos que os advogados nos acionem para que possamos fazer com que essas ajuda possa chegar até eles”, afirmou Grace.

Além do programa de auxílio, a OAB também está com diversas ações voltadas à prestar assistência à sociedade durante o segundo pico da Covid_19, como a ajuda humanitária intermediada com a Embaixada da China e o Ibrachina, na qual resultou no envio de um contêiner ISO com produto em estado gasoso, em quantidade equivalente a 1.700 cilindros de oxigênio e um estoque de quase duas mil seringas que estarão desembarcando em Manaus nas próximas horas.

A OAB também está prestando apoio aos pacientes que foram transferidos para outras capitais. Intitulada ‘OAB Família que Ajuda’, a iniciativa sugerida pelo secretário-geral da Ordem, José Alberto Simonetti, mobilizou advogados de outros Estados que estão dando suporte às famílias e aos doentes.

Conforme dados do Governo do Amazonas, aproximadamente 230 pacientes deverão ser transferidos de Manaus para outras capitais a fim de desafogar a rede pública de saúde. Mais de 70 pacientes foram removidos neste final de semana para São Luís, Teresina, João Pessoa, Brasília e Rio Grande do Norte.

“Estamos com várias linhas de frente, além dos Estados para onde o Governo está transferindo os pacientes, temos também uma legião de advogados de prontidão em outras capitais que se colocaram à disposição por meio de nossas seccionais. Estamos numa grande rede de solidariedade. Temos advogados ajudando no Paraná, Pará, Alagoas, Sergipe, Goiás, Paraíba, Ceará, Roraima, São Luís, Rio Grande do Norte, Distrito Federal”, afirmou Beto Simonetti.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print