Operação ‘Campos’ apreende 280 quilos de droga e prende quatro pessoas no Amazonas 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), em ação conjunta com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) e a Delegacia Fluvial (Deflu), realizou na tarde de domingo (17/01), por volta das 16h, a operação “Campos”, que resultou na apreensão de 280 quilos de maconha do tipo skunk e nas prisões em flagrante de quatro pessoas, por envolvimento nos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas.

De acordo com o delegado Paulo Mavignier, diretor do Denarc, a ação policial ocorreu após três meses de investigação, e foi deflagrada em uma embarcação pesqueira que estava navegando no rio Solimões, próximo ao município de Manacapuru (distante 68 quilômetros em linha reta da capital), que saiu de Maraã (a 634 quilômetros) com destino a Manaus.

Mavignier informou que durante abordagem e revista na embarcação, foi encontrado e apreendido o material mencionado, bem como efetuadas as prisões de Etelvino Porto de Paula, 27; Flaviano Porto de Paula, 25; Francisco Ferreira da Silva, 63; e Josenaldo Porto Cartilho, 36.

“Abordamos a embarcação ainda no rio. Ao entrarmos, realizamos as buscas do material ilícito e encontramos as drogas, após escavar o porão do barco. Efetuamos a apreensão das drogas, realizamos a prisão dos quatro indivíduos e apreendemos o barco”, destacou a autoridade policial.

Operação ‘Campos’

A operação foi batizada com este nome como forma de homenagear um investigador da Polícia Civil de sobrenome Campos, que participou ativamente da ação policial e atualmente se encontra internado em razão de Covid-19.

Procedimentos

Etelvino, Flaviano, Francisco e Josenaldo foram presos em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.  Eles foram encaminhados para a Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, onde encontram-se encarcerados, à disposição da Justiça.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print