Prefeitura de Iranduba decreta ‘lockdown’ para impedir avanço da Covid-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

O prefeito de Iranduba, Augusto Ferraz (DEM), decretou lockdown no município desde sábado, 9, até o dia 23 de janeiro. O confinamento de pessoas em casa está estabelecido das 14h às 6h do dia seguinte.

A Guarda Civil Metropolitana, Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária são responsáveis por fazer cumprir o decreto, com o apoio das Secretarias Municipais e da Polícia Militar.

De acordo com o prefeito, contribuíram para a decisão o fato de o Hospital Regional Hilda Freire do Município de Iranduba, o único apto ao atendimento dos pacientes contaminados pelo Covid-19, estar com sua capacidade de atendimento totalmente comprometida.

Também pesou na decisão a superlotação nos hospitais de Manaus, para onde são transferidos os pacientes graves do município vizinho.

A prefeitura não estabelece restrições para visitantes e nem de circulação de pessoas nas ruas.

O decreto municipal determina, ainda, que os estabelecimentos comerciais em geral, não classificados como serviços essenciais, funcionarão somente na modalidade delivery e coleta, no período de 9 a 23 de janeiro, respeitados os protocolos de segurança.

Está proibida a realização de qualquer tipo de evento pelo poder público e por particulares, o funcionamento de casas de festas e balneários e a realização de promoções em estabelecimentos comerciais de forma presencial.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print