SES-AM pactua com empresas médicas e de enfermagem para remanejamento de profissionais e aumento de leitos de UTI Covid

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

Com apoio das empresas médicas e de serviços de enfermagem que atuam nos hospitais da rede estadual de saúde, o Governo do Amazonas está fazendo o remanejamento de profissionais da rede estadual de saúde com perfil de intensivista para atuar nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) que estão sendo abertas para pacientes com a Covid-19 nos prontos-socorros e hospitais de apoio. A meta do Governo é abrir 60 novos leitos de UTI nas próximas horas para atender a demanda, que só tem aumentado.

O número de internações diárias nos hospitais de Manaus por Covid-19 é o maior desde o início da pandemia. Neste domingo (03/01) foram hospitalizadas 159 pessoas, conforme Boletim Diário de Covid-19 da Fundação de Vigilância em Saúde. É o recorde de internação em 24 horas, superando os picos de abril e maio, quando o maior número de internação em um dia foi de 105 pacientes.

O Governo tem se antecipado para abrir novos leitos exclusivos para pacientes Covid-19. Do final de outubro até o momento, foram abertos cerca de 600 leitos, um incremento de 127%, 409 deles abertos nos últimos dez dias.

Na manhã deste domingo (03/01), em reunião na Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), representantes de empresas se mobilizaram para identificar, entre 4 mil profissionais de várias especialidades médicas, além de profissionais da enfermagem, aqueles com perfil de terapia intensiva para começarem a atuar de imediato nas UTIs.

O movimento visa abrir 13 leitos de UTI no Instituto da Mulher Dona Lindu, 13 no Hospital de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), 15 leitos no Hospital Beneficente Português, oito no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), seis na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e cinco na maternidade Ana Braga.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print