‘Um marco histórico para a conquista feminina’, diz Grace Benayon, primeira mulher presidente da OAB-AM

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print
Grace Anny Benayon Zamperlini, estará à frente do cargo de presidente, após Marco Aurélio Choy assumir a Procuradoria-Geral do Município (PGM), da Prefeitura de Manaus. (Arquivo/Reprodução)

*Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Pela primeira vez em 89 anos de existência, a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM) será comandada por uma mulher. A partir desta sexta-feira, 1º de janeiro de 2021, a atual vice-presidente do órgão, Grace Anny Benayon Zamperlini, estará à frente do cargo de presidente, após Marco Aurélio Choy assumir a Procuradoria-Geral do Município (PGM), da Prefeitura de Manaus.

Em entrevista à CENARIUM, Grace falou sobre a conquista histórica. “Hoje no sistema OAB somos 19 vice-presidentes, mas nenhuma presidente. Passo a ter uma grande representatividade, na medida em que nas 27 seccionais apenas eu estarei no comando. É um marco histórico para a conquista feminina, os ventos femininos chegaram para quebrar paradigmas e conquistarmos nosso espaço”, disse Benayon.

Grace também reforçou a “missão” de representar mais de 15 mil advogados no Amazonas, além das mais de 60 mil mulheres advogadas em todo o Brasil. “É um momento emblemático para a advocacia feminina, serei a única mulher presidente no conselho federal. A minha responsabilidade aumenta consideravelmente. O direito e o mundo eminentemente feminino têm lutado para mudar essa historia”, detalhou.

Legado

À CENARIUM, a nova presidente também destacou legado da gestão atual e pontuou a missão a qual lhe foi conferida. “Nosso presidente (Marco Choy) deixa sua marca de brilhantismo e eficiência. E me confere a missão de cuidar da advocacia amazonense em tempos desafiadores, sobretudo com a pandemia da Covid-19 ainda em curso”, salientou Grace Benayon.

Benayon enfatizou ainda que a pauta feminina será prioridade. “As mulheres provaram que estar como coadjuvante é uma condição que não lhes cabe mais. Assim, assumiram suas posições como protagonistas de causas importantes para a sociedade. Isso é fruto de um trabalho construído com garra e dedicação. Juntos trabalharemos pelo fortalecimento e valorização da advocacia amazonense”, finalizou.

Histórico

Formada em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Grace também já foi vice-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult). Em 2018, foi eleita como vice-presidente da OAB-AM na chapa de Marco Choy em 2018 para o triênio 2019/2021. Com a saída dele, Benayon terá um mandato de um ano, ou seja, até o final de 2021, podendo ser reeleita.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print